Rinite Alérgica

Envie a um amigo





Envie a um amigo

Rinite alérgica é uma doença inflamatória do tecido de revestimento interno do nariz (mucosa), cujos sintomas principais são: coceira e obstrução nasal, espirros e coriza.

A rinite alérgica aparece quando uma pessoa predisposta (por razões genéticas) entra em contato com certas substâncias (os alérgenos) que habitualmente não afetariam pessoas não predispostas (os que não são alérgicos).

O conjunto de sintomas: coceira no nariz, espirros (em crises freqüentes), coriza e obstrução nasal, é característico da rinite alérgica, que é uma doença inflamatória do nariz, podendo apresentar outros sintomas como: coceira nos olhos, nos ouvidos e na garganta, alergia na pele, por certos alimentos e medicamentos.

Otites, faringites, amigdalites e sinusites podem acontecer como complicações decorrentes da rinite alérgica.

Alérgenos

São dois os principais: ácaros presentes no pó doméstico, em colchões, travesseiros, cobertores, etc.; e fungos (mofos ou bolores), que estão presentes em locais úmidos. Vários outros agentes podem ser alérgenos, mas certamente desempenham papel menos importante que os citados ácaros e fungos.

Os sintomas as vezes desaparecem se os alérgenos forem afastados, mas podem reaparecer após novas exposições, e também ser mais ou menos intensos por interferência de agentes inespecíficos, tais como: clima, fatores psicológicos ou hormonais, poluição, substâncias irritantes, infecções, etc.

Complicações

Controle

A maneira mais eficiente de controlar a rinite alérgica é diminuir o contato do paciente com alérgenos e irritantes, principalmente por meio do manejo ambiental, conforme detalhes descritos a seguir.

Manejo Ambiental

Pessoas alérgicas se beneficiam muito da vida ao ar livre, com exposições ao sol matinal e com a prática de esportes, sendo que os cuidados descritos acima (manejo ambiental) são importantes, pois permitem que os alérgicos fiquem afastados dos ácaros da poeira doméstica e dos fungos ou bolores, que são os mais importantes.

Os ácaros e os fungos não são os únicos alérgenos existentes, apenas os mais importantes.

Os ácaros se alimentam de descamações epiteliais, portanto eles existem em todos os lugares onde existam pessoas ou animais. Algumas pessoas podem ter alergia respiratória provocada por grande variedade de substâncias, mas apenas a observação atenta da pessoa ou de seus pais ou responsáveis pode detectar. Itens benéficos:

Outros agentes podem provocar sintomas semelhantes aos da alergia por serem irritantes das mucosas como a poluição ambiental crescente nos dias atuais que é o principal exemplo.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Comentários

  1. Tomiko Latos disse:

    Que post intrigante! Seu modo de escrever me faz querer saber mais sobre o tópico. Ótima referência que encontrei aqui, vou favorita-lo!

Deixe seu comentário

Você estálogado em comentário do post