Higienização Bucal

Envie a um amigo





Envie a um amigo

HIGIENIZAÇÃO CORRETA: DICAS PESSOAIS

A higienização adequada deve ser introduzida antes mesmo do nascimento dos primeiros dentes, através de recursos como a fralda ou gaze, e logo em seguida é interessante o uso da escovinha de silicone, que também serve para massagear a gengiva. Com o crescimento da criança e o nascimento dos dentes, é necessário trocar o tamanho das escovas, iniciando com a para o primeiro ano de vida, depois a infantil, juvenil e então a adulta. O ideal seria o uso de escovas extra-macias e quanto a quantidade de creme dental usar o mínimo possível, mais ou menos 4 mm,  portanto bem pouco mesmo, pois assim não forma muita espuma o que prejudica a visualização. Um recurso eficiente seria utilizar uma gaze e até mesmo um paninho de malha limpo e seco e esfregar com os dedos colocando pressão (nos casos onde não faz uso de aparelho fixo). Com a própria língua dá para sentir superfície dos dentes, principalmente na parte interna dos dentes inferiores no fundo e em cima na região também posterior pela parte externa. Depois da escovação tornar a sentir novamente com a língua a diferença da superfície que deveria ficar bem lisa, ou seja, limpa.

Em seguida corte um pedaço de fio dental ou fita dental com um comprimento médio de 30 – 40 cm, e enrrole nos dedos indicadores deixando um espaço de mais ou menos 1,5 cm entre os dedos, leve o fio entre os dedos e deslize contornando o mesmo introduzindo dentro do sulco da gengiva no limite onde perceber uma pequena sensibilidade. Friccione-o para dentro e para fora, deslizando do sentido da gengiva para fora. Terminando de limpar uma lateral, iniciar  a outra lateral do mesmo dente e assim sucessivamente. Muitas pessoas param de usar o fio quando percebem um sangramento na gengiva achando que o fio está machucando e, na verdade é a gengiva que está inflamada, e necessita ainda mais de um cuidado especial. Procurar sempre iniciar pelas regiões de maior dificuldade e sempre seguir uma seqüência no mesmo arco, nada de limpar dentes isolados em um canto e outro, pois desta forma, fatalmente algum dente ficará sem higienizar.

Já a escovação propriamente dita, também deve ser iniciada pelas regiões de maior dificuldade, na porção interna e externa dos dentes, através de movimentos circulares de pequena amplitude, cerca de 10 movimentos a cada 2 dentes, com a escova inclinada em torno de 45 graus em direção a gengiva . Nessas regiões também pode ser usada uma outra técnica complementar, onde se faz o movimento da gengiva em direção ao dente e nunca ao contrário, pois pode provocar a retração da gengiva que nada mais é do que a exposição de parte da raiz. Durante a escovação, a boca deve ser enxaguada  para depois cuspir, e após a última escovação, evitar  bochechar com água, aproveitando desta forma parte do efeito do flúor do creme dental.

As escovas devem ser trocadas quando as cerdas ficarem abertas, e não é interessante que isso aconteça num intervalo de tempo menor do que 3 meses, pois se isto estiver acontecendo é mais provável que esteja colocando mais força do que deveria. Inclusive todo escova nova, mesmo sendo extra-macia ela ainda é meio dura, e portanto pode trazer danos a gengiva.

É importante também reforçar que o excesso de higiene também é prejudicial, deve-se realizá-la em horários estratégicos como: após acordar, uma higienização rápida sem creme dental, depois do café da manhã já melhor realizada, após o almoço (+ fio dental), após o café da tarde, após o jantar (+ fio dental) e a principal higiene é antes de dormir ( se ficar um intervalo grande entre o jantar e a hora de deitar).

Evitar ficar fazendo refeições intermediárias, ou seja, ficar “beliscando”, também procurar evitar cafezinho toda hora e bolachas, principalmente as recheadas.

Seria interessante fazer os bochechos com antisséptico bucal após as principais refeições, dentre eles temos: Cepacol, Listerine, etc…..Também o Flúor (solução) desde que esteja indicado.

O palito de dente, de forma alguma substitui o fio dental, mas pode ser usado fazendo o contorno do dente rente a gengiva, quando da dificuldade de remover a placa bacteriana. Lembrando que o sangramento é sinal de doença na gengiva (gengivite), que por sua vez esta inflamada devido a sujeira acumulada, dificultando ainda mais a higiene, facilitando mais o acúmulo de sujeira, necessitando ainda mais cuidados quando do sangramento.

Consulte seu dentista regularmente, para preservar a sua “Saúde Bucal”.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Comentários

  1. debora disse:

    amei as dicas bem claras meus parabens

Deixe seu comentário

Você estálogado em comentário do post